All for Joomla All for Webmasters

Estratégia de Marca: Como ser percebido pelo seu cliente

Uma marca é o ativo mais importante de uma empresa.

Ela se constrói através de cada ação de um negócio, pessoa ou empresa, ganhando vida através dos seus pontos de contato com o consumidor. Se gerenciada de forma inteligente, gera identificação, diferenciação e valor.

Toda ação da empresa deve ser avaliada estrategicamente, de forma a manter-se alinhada aos propósitos da marca , ou seja, sua promessa de valor. Isso significa que todos os pontos de contato da sua marca (seu cartão de visita, seu site, o atendimento ao telefone, conduta em reunião, sua página do facebook) devem comunicar a mesma coisa.

O termo “BRANDING” refere-se ao processo de gerenciar uma marca, de forma a tornar possível ao público identificar quais são suas promessas e suas entregas, como ela se comporta em termos de comunicação e ações, e a quem ou o quê ela representa.

Em nosso blog explicaremos cada passo para construção de uma marca, como gerenciá-la e desenvolvê-la . Neste post faremos um resumo de todos os passos e a relação de cada um com a estratégia da marca.

Em época de comunicação instantânea e ampla, preço e diferenciais básicos não são mais suficientes para estabelecer uma marca forte no mercado. O consumo desenfreado de antigamente, fortalecido pela novidade e tecnologia crescente, deu espaço e trouxe um público muito mais interessante e desafiador, as pessoas hoje procuram identificação com causas, identidades, sentidos e propósitos.

A estratégia de marca proporciona articular todo o perfil de projeto que a marca oferta, e a necessidade de causar sentido no cliente, as análises voltam-se a demonstrar valor ao mercado, soluções e mais que isso, originalidade, atividade e comprometimento com motivos maiores que simplesmente oferecer um produto ou serviço.

Portanto, identificando ponto a ponto a marca, visão, missão, valores, propósito, essência, sentido e razão de ser, a estratégia é montada para demonstrar ao público que sim, ela traz valor a vida do cliente, e assim merece sua atenção e envolvimento. Mais que simplesmente o alinhamento entre logotipo, cultura e comunicação, a estratégia de marca posiciona ponto a ponto todo o caminhar e comunicação da marca, objetivando sempre a cumplicidade do cliente, resultando em uma marca lembrada e bem vista.

A estratégia de marca fica melhor segmentada através dos pilares a seguir:

 

  • Propósito do negócio:

Mais que uma demonstração dos valores, missão e visão da empresa, o propósito demonstra pelo que a empresa funciona, pelo que seus funcionários oferecem seu esforço. Motivo de vida da empresa, o propósito do negócio oferece orientação, direciona ações, contagia colaboradores e consumidores.

Tem profundo impacto na produtividade, uma vez que alinha e motiva a equipe, sendo claro e compartilhado, norteia como um compromisso moral, estreitando o envolvimento entre funcionários.

 

  • Planejamento da marca:

Entender o público, segmento, suas necessidades, valores que a empresa quer transmitir e como implementar sua comunicação desenham o caminho ideal , auxiliando a gestão da marca.

Através dos elementos da, identidade da marca, bem como do branding, o planejamento de marca define por onde a marca construirá a visão que espera refletir no público.

 

  • Missão, visão e valores:

Por que a empresa existe? O que a move? Quais motivos sustentam sua existência? As respostas das perguntas existenciais têm de estar claramente inseridas entre as definições de missão, valores e visão da empresa.

A missão demonstra a lacuna no mundo, a qual a empresa vive para preencher ou corrigir, a solução que a empresa traz, seu objetivo final. Sua visão, como a empresa vislumbra seu propósito, para onde vai, dá ao mesmo tempo magia e realismo à missão, pois demonstra a vontade de tornar-se algo, e porque isso vale a pena. Seus valores apontam as práticas e comportamentos da empresa, potencializando as ações e intenções de seus funcionários.

A solidez destes conceitos fica refletida nas diversas definições da empresa, norteando sempre suas ações e direcionamentos.

 

  • Posicionamento da marca:

O posicionamento de marca é responsável por desenhar a comunicação corporativa, demonstra a essência da empresa, sua proposta de valor, aponta as soluções que a empresa traz, seus diferenciais, necessidades do público, em outras palavras, traduz a proposta de valor e o significado da existência da empresa.

É balizado através da análise da concorrência, posicionando-se para atingir ponto exclusivo no mercado. É objetivamente a transmissão dos motivos pelos quais o cliente opta pela empresa, através da comunicação que estabelece com o mercado. É revisado a cada tempo pois se adequa tanto as necessidades do mercado quanto aos posicionamentos dos concorrentes.

 

  • Slogan, definição de namming e descrição da empresa:

O nome da empresa, é fruto de análise minuciosa e acertiva, dos principais componentes da estratégia da marca, sua visão, posicionamento, valores. Pode ser de diversos tipos, porém obrigatoriamente necessitará se enquadrar em alguns critérios, como ser curto e fácil, pronunciado facilmente em outras línguas, de fácil memorização, condizente ao produto e atrativo a sociedade que a empresa está inserida.

O slogan traduz de maneira envolvente e mais próxima do cliente o posicionamento da marca, sendo de fácil memorização, projetado para ser lembrado, remeter à marca. Tem de representar a marca em uma frase curta que remeta a sua cultura e serviços. Um bom slogan demonstra o valor da marca e agrada aos ouvidos do cliente, o remetendo a marca através de uma agradável lembrança.

A descrição da empresa orienta quanto as características, como nome, tipo, projeção em curto, médio e longo prazo, o principal benefício que a empresa traz, seus diferenciais e remete também a cultura e posicionamento, além de sua política de comunicação com clientes. Demonstrando suas características sociais e físicas.

 

  • Como acertar no tom de voz na hora de fazer a comunicação:

Definir a voz e o tom de voz da empresa potencializam a comunicação, e são imprescindíveis na construção de conteúdo, para os diferentes meios de comunicação que a empresa terá, a voz e o tom, trarão personalidade e significância para a marca, mais importantes que qualquer diferencial e competitividade por preço ou qualidade.

A voz é uma declaração da missão, traz a personalidade da marca e pode ser descrita como um adjetitvo: honesta, alegre, positiva. É o balizador macro da comunicação da empresa, a empresa tem uma voz única para comunicar-se. Já o tom de voz serve para as diversas táticas de comunicação, podem ser vários para diferentes conversas com o público, tem por função destacar o tom, demonstrar a aplicação da missão da empresa que a voz traz.

Autor: Douglas Duart – Publicitário e Estrategista de marca na Agência Smart

Precisando criar ou aperfeiçoar sua marca?
Nós podemos ajudar, entre em contato!